Cadastro Bolsa Família 2023 – Como fazer

Desde a sua criação, o Bolsa Família conseguiu retirar milhares de pessoas da linha de pobreza, oferecendo um valor mensal para custeio de atividades básicas de sobrevivência. Em 2023, o programa foi retomado pelo novo Governo Federal e, dessa forma, algumas novas regras foram estabelecidas para sua solicitação. Por isso, vamos te mostrar como fazer o cadastro do Bolsa Família em 2023.

A princípio, vale citar que, em 2020, o Bolsa Família foi renomeado para Auxílio Brasil. No entanto, com a nova mudança de governo, o programa retomou seu nome inicial, mesmo que siga alguns critérios do Auxílio Brasil. Atualmente, o Bolsa Família conta com mais de 21 milhões famílias cadastradas.

Sendo assim, se você deseja realizar o seu cadastro no programa, ou quer conferir quais são os critérios para participar do Bolsa Família, trouxemos algumas informações que vão te ajudar. Confira abaixo!

O que é Bolsa Família?

Lançado em 2003, o Bolsa Família é uma iniciativa do Governo Federal para retirar milhões de brasileiros da extrema pobreza. Para isso, ele disponibiliza uma quantidade mensal aos seus beneficiários para garantir acesso à alimentação adequada, saúde, lazer, entre muitos outros.

Na prática, o Bolsa Família existe para colaborar com milhares de famílias que não possuem nenhuma fonte de renda. Além disso, ele também promove igualdade social para a sociedade brasileira. Dessa forma, o Bolsa Família é considerado o maior programa social da história brasileira.

Quem possui direito ao Bolsa Família?

Como mencionado, o Bolsa Família é um programa governamental que planeja retirar milhões de pessoas da extrema pobreza. Desde a sua criação, diversas mudanças na faixa de renda foram realizadas, mas, baseado no antigo Auxilio Brasil, o Bolsa Família é destinado a famílias com a seguinte renda:

  • Renda familiar mensal de R$105,01 a R$210,00 por pessoa;
  • Renda familiar mensal igual ou inferior a R$105,00 (pessoas em extrema pobreza).

Por outro lado, é necessário mencionar que mesmo famílias que se enquadram nesses requisitos, não receberão automaticamente o benefício. Isso porque é necessário estar na base de dados do Cadastro Único para solicitar o Bolsa Família. 

Qual será o valor do Bolsa Família em 2023?

Com a mudança do Governo Federal, o Bolsa Família foi retomado, extinguindo o Auxílio Brasil. No entanto, mesmo que o programa tenha retomado seu nome anterior, ele também continuará com alguns critérios e benefícios do agora extinto Auxilio Brasil. 

Neste sentido, uma das maiores vantagens do Auxílio Brasil foi mantida no Bolsa Família 2023: o valor de R$600 por família. Além disso, conforme as novas regras do programa, haverá um adicional de R$150 por cada criança de até seis anos, sendo limitado a dois adicionais por família.

Por outro lado, como o programa foi retomado recentemente, ainda não há muitas informações sobre novos cadastros ou benefícios. Por isso, é necessário aguardar para conferir se o Bolsa Família terá outras vantagens além das citadas. 

Como se cadastrar no Bolsa Família 2023?

A princípio, vale citar que não existe uma plataforma ou site para se inscrever diretamente no Bolsa Família, pois é necessário o cadastro no CRAS da sua região para ter direito ao benefício. Na prática, é necessário se inscrever no Cadastro Único para, posteriormente, solicitar o Bolsa Família.

Para isso, você deve comparecer ao CRAS da sua cidade, portando os seguintes documentos:

  • RG e CPF de todos os membros familiares;
  • Certidão de nascimento;
  • Carteira de vacinação dos menores de idade;
  • Carteira de trabalho de toda a família;
  • Comprovante de residência.

Sendo assim, basta apresentar esses documentos para concluir o seu CadÚnico no CRAS mais próximo. Inclusive, se preferir, é possível realizar um pré-cadastro do Cadastro Único, que vamos te mostrar mais abaixo como realizar. Com ele, é possível agilizar o processo e, consequentemente, passar menos tempo na entrevista do CRAS.

Como funciona a Inscrição no Cadastro Único?

Pensando em facilitar a vida da população, o app Cadastro Único foi criado para agilizar o pré-cadastro do CadÚnico. Basicamente, esse pré-cadastro é fundamental para os beneficiários conseguirem ter acesso ao Bolsa Família.

Assim, essa primeira etapa pode ser feita online, onde as informações ficam salvas por até 120 dias. Aliás, vale citar que esse procedimento é opcional, podendo o beneficiário realizar todo o cadastramento presencialmente. 

Caso opte por fazer o pré-cadastro online, é necessário concluir o cadastro presencial do Cadastro Único. Para isso, é necessário comparecer a um centro de atendimento da sua região, ou ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo. Nesta etapa, é necessário apresentar a documentação dos membros familiares.

Assim, o responsável familiar, que deve ter ao menos 16 anos, deverá apresentar seu CPF e Título de Eleitor. Vale citar que o programa dá preferencia a responsáveis familiares do sexo feminino. Após o cadastro do responsável pela familiar, é necessário apresentar ao menos um dos seguintes documentos dos outros membros familiares:

  • CPF;
  • Carteira de identidade;
  • Título de eleitor;
  • Certidão de nascimento;
  • Carteira de trabalho;
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI), para famílias indígenas e quilombolas.

Além da apresentação dos documentos, é necessário realizar uma entrevista com um profissional do CRAS. Após isso, será gerado um Número de Identificação Social (NIS) para o grupo familiar, que pode demorar até 48 horas.

Por fim, após todo esse processo, o responsável familiar já estará cadastrado no CadÚnico e, consequentemente, apto a receber o Bolsa Família. Aliás, caso esteja apto, já é possível solicitar outros benefícios governamentais, como o Auxílio Gás, por exemplo. 

É possível fazer o cadastro do Bolsa Família pela internet?

Primeiramente, é importante ressaltar que o cadastro do Bolsa Família deve ser efetuado no CRAS da sua região, de forma presencial. No entanto, é possível realizar o pré-cadastro do Cadastro Único para facilitar o processo no CRAS.

Sendo assim, confira como realizar o pré-cadastro no CadÚnico:

  • Primeiramente, acesse o site oficial do Cadastro Único;
  • Em seguida, clique na opção “Realizar cadastro”;
  • Por fim, informe todos os dados solicitados e conclua o seu cadastro.

Sendo assim, vale citar que após esse pré-cadastro é necessário comparecer a um CRAS em até 240 dias, para que o pré-cadastro não seja cancelado. 

Leia mais: Concurso Banco do Brasil 2023; Confira como fazer a sua inscrição!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *