Como atualizar Cadastro Único 2023 – Passo a Passo

Nos últimos anos, diversos empenhos do Governo Federal para facilitar o acesso dos cidadãos aos serviços e benefícios governamentais foram combatidos. Entre os principais, temos o Cadastro Único, também conhecido como CadÚnico, que oferece acesso a uma série de aplicativos e serviços do Governo Federal.

Neste sentido, o Cadastro Único chegou para coletar e analisar informações sobre milhões de brasileiros, especialmente os de baixa renda. Assim, o cadastro organiza os dados de milhões de famílias brasileiras, podendo assim organizar informações e, consequentemente, avaliar quais núcleos familiares estão aptos a participar dos programas sociais do governo.

Dessa forma, se você já possui o Cadúnico e deseja atualizá-lo, vamos te mostrar como fazer isso rapidamente. Além disso, caso você ainda não tenha o cadastro, vamos te apresentar uma forma fácil de realizá-lo e quais são os cidadãos aptos a garantir o seu cadastro. Confira abaixo!

O que é Cadastro Único?

Criado com a missão de reunir dados para promover as políticas oficiais, o Cadastro Único, ou CadÚnico, é uma iniciativa do Governo Federal para realizar o cadastramento de milhares de famílias em uma única base de dados. Dessa forma, o programa permite que o governo avalie a condição de cada família de forma prática e rápida.

Além disso, o Cadastro Único permite que os cidadãos brasileiros recebam vários benefícios diferentes por uma única numeração. No caso do Bolsa Família, por exemplo, é possível receber o benefício juntamente a outros auxílios, como o Vale-gás. Assim, não é necessário que o cidadão realize vários cadastros, pois somente a numeração do CadÚnico já é válida. 

Por que devemos atualizar o Cadastro Único?

Basicamente, para manter a qualidade dos seus dados e continuar recebendo os seus devidos benefícios, as famílias inscritas devem sempre manter seus dados cadastrais atualizados. Na verdade, essa etapa é obrigatória a todos os beneficiários do CadÚnico a cada dois anos, ou sempre que houver alguma mudança na família.

Dessa forma, é necessário que você atualize seu Cadastro Único sempre que houver alguma mudança de telefone ou endereço, alterações de renda, alteração no estado civil, adoção ou falecimento de algum membro da família, ou alteração de conta. Sendo assim, você pode comparecer ao CRAS mais próximo para atualizar esses dados, ou através do aplicativo Cadastro Único. 

Na prática, é importante manter as informações atualizadas, pois assim o Governo Federal consegue observar como está sua condição para participar dos programas sociais governamentais. Além disso, manter o cadastro atualizado colabora no recebimento de novas informações ou benefícios. 

Quem pode se cadastrar no Cadastro Único?

O Cadastro Único é destinado a uma parcela da população brasileira, especialmente aquela que se enquadra nos seguintes requisitos:

  • Famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa.
  • Famílias com renda mensal maior de meio salário mínimo por pessoa, desde que cadastrados em outros programas governamentais.

Como atualizar o Cadastro Único?

Para atualizar o seu Cadastro Único é bastante simples! Primeiramente, você até pode comparecer ao CRAS mais próximo para atualizar os seus dados, mas, também é possível fazer isso pela internet. Sendo assim, confira os todos os passos básicos para atualizar o seu Cadastro Único:

  • Para começar, acesse o portal do Cadastro Único;
  • Após entrar no portal, confira os seus dados familiares, como endereço e composição familiar;
  • Assim, confira se as informações estão corretas e, caso precise, alterar os dados necessários;
  • Caso seus dados permaneçam os mesmos, não faça nenhuma alteração;
  • Logo após, confirme as abas “Endereço de Família” e “Composição Familiar” para atestar que as informações estão corretas.
  • Em seguida, com todas as informações preenchidas e corretas, clique no botão “Confirmar dados do Cadastro Único”;
  • Por fim, basta confirmar a alteração do seu Cadastro Único. 

Caso você não consiga realizar esse procedimento, ou tenha algum erro na sua execução, o app do Cadastro Único conta com atendimento especializado para quem não conseguir atualizar os dados. Sendo assim, basta acessar a aba de “Ajuda” para receber ajuda de algum dos atendentes.

Como fazer o pré-cadastro do Cadastro único?

Pensando em facilitar o processo de cadastramento dos cidadãos, o Governo Federal lançou o aplicativo Cadastro Único (Android|iOS) para adiantar o cadastramento. No app, é possível efetuar o pré-cadastro para ter acesso ao CadÚnico de forma fácil e prática.

No entanto, vale citar que esse processo é opcional, criado somente para agilizar o processo de cadastramento. Dessa forma, se preferir, é possível realizar todo o cadastramento no CRAS ou ponto de atendimento mais próximo. 

Além disso, mesmo com o pré-cadastro, é obrigatório comparecer ao cadastramento da sua cidade, ou no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS). Por lá, será efetuado o CadÚnico e, consequentemente, você já poderá solicitar os benefícios atrelados ao cadastro.

Por fim, vale citar que após o pré-cadastro, as suas informações ficarão guardadas por até 120 dias. Após esse prazo, é necessário efetuar o procedimento novamente, mas, é sempre recomendado efetuar o cadastro no CRAS para não correr o risco de perder o benefício. 

Quais documentos são necessários para fazer o Cadastro Único?

Além de comparecer ao CRAS da sua cidade, é necessário que você apresente alguns documentos essenciais para finalizar o seu CadÚnico. Em primeiro lugar, é preciso apresentar o CPF ou Título de Eleitor do responsável pelo núcleo familiar. Inclusive, vale salientar que cidadaos do sexo feminino são prioritários no cadastro do CadÚnico

Além dos documentos do responsável familiar, também é necessário apresentar, ao menos, um documento dos outros membros familiares, sendo eles:

CPF;

Certidão de Nascimento; 

Certidão de Casamento; 

Carteira de Identidade (RG);

Carteira de Trabalho;

Título de Eleitor.

Por outro lado, no caso de beneficiários indígenas e quilombolas, pode ser apresentado qualquer um dos documentos citados ou a Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI).

Em ambos os casos, é essencial apresentar um comprovante de residência atualizado para ter acesso ao Cadastro Único.

Por fim, basta comparecer ao CRAS mais próximo para realizar o Cadastro Único ou, se preferir, realizar o pré-cadastro para agilizar a operação. No entanto, vale dizer que somente esse pré-cadastro não é suficiente para garantir o benefício, sendo obrigatório comparecer ao CRAS para efetivar o seu CadÚnico

Leia mais: Cadastro Bolsa Família 2023; Como fazer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *