Rodizio SP Hoje – Saiba as placas que não podem rodar

A cidade de São Paulo é um exemplo de grandes metrópoles que enfrentam problemas decorrentes do grande número de veículos que transitam pela região. Para diminuir os impactos negativos, foi implementado o rodízio de circulação, uma medida que permite controlar a quantidade de veículos nas vias e assim reduzir o fluxo, poluição sonora e emissão de gases poluentes.

 

O rodízio SP é o sistema adotado na capital paulista, onde é determinada a restrição de circulação de veículos nos dias úteis entre 7h às 10h e das 17h às 20h. Ou seja, os motoristas não podem trafegar com seus veículos nas faixas horárias definidas, caso contrário será multado.

 

Além dos benefícios para a qualidade do ar, essa medida também contribui para que as pessoas optem por outros meios de transporte que não sejam carros particulares, como ônibus, metrô ou bicicletas. Assim, há menor congestionamento nas vias e maior segurança no trânsito.

 

O rodízio SP tem sido muito importante para reduzir os impactos da poluição na cidade. É preciso entender que esse é um esforço coletivo e todos precisam contribuir para garantir a sustentabilidade da região. Consulte sempre o calendário do rodízio para saber quais são os dias e horários em que está restrito o trânsito com veículos automotores.

 

Número da placa Dia sem circular Horário do rodízio
Final 1 e 2 Segunda-feira Das 7h às 10h e das 17h às 20h
Final 3 e 4 Terça-feira Das 7h às 10h e das 17h às 20h
Final 5 e 6 Quarta-feira Das 7h às 10h e das 17h às 20h
Final 7 e 8 Quinta-feira Das 7h às 10h e das 17h às 20h
Final 9 e 0 Sexta-feira Das 7h às 10h e das 17h às 20h

A Prefeitura de São Paulo implementou o rodízio de carros como solução para o crescente problema de trânsito na cidade. Desde 1997, a iniciativa traz maior qualidade de vida aos paulistanos e àqueles que transitam por ela.

 

O rodízio funciona separando os carros e caminhões em dias específicos da semana. Cada placa tem um dia designado pelo qual seus proprietários só podem circular nas vias públicas. As restrições são aplicadas nos dias úteis, das 7h às 10h e das 17h às 20h.

 

Por exemplo, se uma placa terminar em 8, o usuário não poderá dirigir nesse dia útil, pois estará restrito a transitar no período estabelecido. A finalidade da medida é controlar o trânsito intenso nas principais vias da cidade, reduzindo congestionamentos e melhorando assim a qualidade de vida dos moradores.

 

A Prefeitura de São Paulo acredita que essa medida contribuirá para melhorar significativamente as condições de trânsito na grande metrópole e trará benefícios que serão sentidos por todos os habitantes do município.

O que é e como funciona o Rodízio SP?

O rodízio de veículos em São Paulo é uma medida que visa diminuir o congestionamento e contribuir para a segurança nas ruas. A Operação Horário de Pico, como também é conhecida, restringe a circulação dos veículos de acordo com os números finais das placas.

 

Quem for flagrado infringindo essa lei pode sofrer punições graves. A multa é de R$130,16 e ainda perde 4 pontos na carteira de habilitação.

 

Para saber se foi autuado, o condutor pode verificar no Detran-SP ou aguardar chegar à sua casa a notificação sobre a infração. 

 

Portanto, é importante ficar atento a dias e horários do rodízio para evitar problemas graves no trânsito e também na sua carteira de motorista. É necessário que todos respeitem essa medida para manter as ruas da cidade mais seguras e limpas.

 

Rodízio de carros SP: Placas e horários

A Prefeitura de São Paulo anuncia que a Lei nº12.490, complementada pela Lei nº 14.751, ambas de 3 de outubro de 1997 e 28 de maio de 2008 respectivamente, regulamentada pelos Decretos 58.584 e 58.604, ambos de 220 de dezembro de 2018 e 116 de janeiro de 2019, estabelece os dias e horários para a circulação e restrição dos veículos na cidade. 

 

Esta implementação visa garantir maior eficiência na circulação dos automóveis nos períodos mais movimentados, especialmente no chamado “horário de pico”. Assim, todos os veículos com placa da cidade, bem como aqueles com placa registrada em outros municípios, precisam seguir as regras do rodízio municipal. 

 

Para evitar surpresas desagradáveis causadas pelo rodízio, algumas alternativas podem ser adotadas: circular com outro carro com outro final de placa (caso a família tenha mais de um veículo), pegar carona com um colega ou familiar que não esteja no dia designado para a restrição do veículo ou usar o transporte público (São Paulo oferece diversas linhas ônibus, trens e metrôs). Portanto, a Prefeitura alerta que é importante ficar atento às datas previstas para a restrição dos veículos para que ninguém seja pego desprevenido.

 

Os motoristas que circulam pelas ruas de São Paulo precisam ficar atentos às mudanças no rodízio de carros durante os feriados. Geralmente, nos dias de feriados, quando caem em dias úteis, o rodízio é suspenso uma vez que a tendência é haver menos tráfego nas vias públicas da cidade.

 

No entanto, com algumas alterações devido à pandemia de Covid-19, como antecipação de feriados por parte das empresas, alguns ajustes no calendário de trabalho têm sido feitos. Por isso, os motoristas devem estar sempre atentos para saber se o feriado em questão será considerado válido ou não. Isso evita problemas e confusões desnecessários.

 

É importante lembrar que as regras do rodízio são estabelecidas pela Prefeitura de São Paulo e valem apenas para carros particulares na capital paulista. O objetivo é reduzir a poluição sonora e do ar na cidade. Assim sendo, informações sobre alterações nos horários podem ser consultadas no site da Prefeitura ou ainda com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

 

Quais os dias de rodízio em SP?

Para aqueles com veículos cujo final da placa é 1 ou 2, o dia de restrição é segunda-feira; os veículos cujo final da placa é 3 ou 4 são impedidos de circular às terças-feiras; para os automóveis cujos finais são 5 ou 6, quarta-feira é o dia de rodízio; motoristas cujo final da placa é 7 ou 8 estão sujeitos à restrição às quintas-feiras; e os veículos cujos finais são 9 ou 0, não podem circular nas sextas-feiras.

 

A zona de rodízio da cidade se estende pelo Centro Expandido, sendo delimitada por avenidas e marginais do Minianel Viário. Dentre as principais vias que fazem parte deste complexo viário estão: Marginal do Rio Tietê (entre Avenida Salim Farah Maluf e Marginal do Rio Pinheiros); Marginal do Rio Pinheiros (da Marginal do Rio Tietê até a Avenida dos Bandeirantes); Avenida Professor Luís Ignácio de Anhaia Melo (entre Viaduto Grande São Paulo e Avenida Salim Farah Maluf); Avenida dos Bandeirantes; Avenida Afonso D’Escragnolle Taunay; Complexo Viário Maria Maluf; Avenida Presidente Tancredo Neves; Avenida das Juntas Provisórias; Viaduto Grande São Paulo. 

 

Portanto, fique atento às normativas de trânsito estabelecidas pela Prefeitura Municipal e não esqueça dos dias em que seu carro estará sujeito à restrição no rodízio!

Leia mais: Simulador de Juros no Cartão; Como calcular

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *